O Programa: A Indústria dos Internatos Abusivos (2024): Um documentário de três episódios na Netflix: um verdadeiro filme de terror sobre certas instituições de ensino que, infelizmente, não é ficção

O Programa: A Indústria dos Internatos Abusivos (2024)
Veronica Loop

O Programa: A Indústria dos Internatos Abusivos é um documentário realizado por Katherine Kubler.

Ivy Ridge era uma academia privada para jovens problemáticos situada em Ogdensburg, a norte de Nova Iorque. Se um pai tivesse um filho problemático, enviava-o para lá para corrigir o seu comportamento.

Isolada da civilização, a 10 horas de distância das grandes cidades, Ivy Ridge prometia ensinar integridade, honra e disciplina através de métodos rigorosos e de um sistema de controlo mental que monitorizava todos os movimentos dos adolescentes, recorrendo mesmo a humilhações físicas e mentais.

Um sistema baseado no controlo de mentes e corpos que, sob a mais forte disciplina, acabavam por sucumbir à pressão para obedecer às regras.

Porque é isso que os bons cidadãos fazem, certo?

Sobre a série documental “O Programa: A Indústria dos Internatos Abusivos”

É uma série construída com base nas muitas imagens gravadas através de câmaras de vídeo caseiras durante esses anos, no início da década de 2000. Ivy Ridge começou a admitir alunos em 2001, e os motins estudantis começaram em 2005.

Em “O Programa: A Indústria dos Internatos Abusivos”, vários alunos recordam o que se passou naquele sítio, como eram as regras e como, através de um programa que sujeitava os seus corpos e mentes, foram “doutrinados” e transformados em “bons cidadãos”.

E por detrás de tudo isto (como já devem ter adivinhado) estava um negócio próspero na indústria da educação.

E não era só Ivy Ridge, porque havia instituições semelhantes em todo o mundo com programas como o descrito no documentário, que se torna ainda mais chocante quando saímos da instituição e vemos que, por todos os Estados Unidos e pelo mundo fora, havia dezenas de empresas como esta que se tornaram verdadeiros campos de tortura para adolescentes. Prometendo endireitar o seu comportamento, transformaram-se em prisões de medo e até de morte.

Como documentário, “O Programa: A Indústria dos Internatos Abusivos” é uma poderosa lição e uma forte denúncia deste tipo de instituições e deste tipo de educação. Conta a história ao longo de três horas, através dos testemunhos de quem viveu esses anos. Neste sentido, há apenas uma perspetiva, a dos alunos, daqueles que sofreram os abusos e as humilhações.

Narrado como um crime verídico, é essencialmente o que é: um documentário sobre abusos e maus-tratos a adolescentes. Tem tudo o que o género exige: uma banda sonora de terror, planos de corredor ao estilo de Kubrick e, no geral, está concebido para parecer mais um filme de terror do que um documentário rigoroso.

No entanto, parece não haver dúvidas sobre o que aconteceu ali, por isso, para além do aspeto de filme de terror, é uma boa maneira de aprender sobre os acontecimentos e abrir as nossas mentes, mesmo que seja através destes incidentes infelizes.

A nossa opinião

Um conjunto de acontecimentos lamentáveis contados de forma eficiente ao estilo de um género (true crime) que está a ganhar cada vez mais adeptos e a expandir-se dentro do género documental.

Lembram-se de quando os documentários sobre a natureza eram populares? Agora são estes tipos de documentários.

É evidente que os tempos estão a mudar.

Onde assistir “O Programa: A Indústria dos Internatos Abusivos”

Netflix

Partilhar este artigo
Seguir:
Veronica Loop é a diretora-geral da MCM. É apaixonada por arte, cultura e entretenimento.
Contacto: veronica (@) martincid (.) com
Deixar um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *